quinta-feira, 30 de junho de 2011

Torta de frango, vai ?

Gente querida, boa tarde !!!


Visitando a Casa de Fifia, vi uma receita de torta de frango que achei fácil de fazer e fui correndo comprar os ingredientes. Dei uma modificada no recheio, porque nem tudo que estava no recheio agradava os habitantes do meu lar.


Vamô lá :


Para a massa:
250 ml de leite
3/4 de xícara chá de óleo
2 ovos 1 1/2 xícara chá de farinha de trigo
sal a gosto


Bata o leite, o óleo e os ovos no liquidificador
Em velocidade baixa, junte aos poucos a farinha , ponha sal e por último o fermento
Eu bati a massa com o batedor de ovos, pois meu liquidificador estava com defeito.

Recheio:


300g de peito de frango sem pele 
1/2 litro de caldo de galinha
4 colheres sopa de óleo
1 dente de alho amassado
1 cebola picada
azeitonas verdes picadas
mussarela ralada


Cozinhe o peito de frango no caldo até ficar macio
Reserve 1 xic de chá de caldo do cozimento
Desfie o frango
 Faça um refogado com o a cebola, acrescente o frango e a azeitona
adicione o caldo restante e deixe cozinhar até quase secar.

Despeje metade da massa numa forma refratária e untada e coloque o recheio sobre ela
Cubra com o restante de massa .( acrescentei mussarela em cima)
Leve ao forno já aquecido (180ºC) por 20 minutos ou até dourar.





Ficou DI-VI-NA !

Vou fazê-la novamente, recheada com bacalhau. Ui.

Beijos.

sábado, 25 de junho de 2011

Blogagem Coletiva - esmalte + livro

Hoje a blogagem coletiva é  esmalte + livro.


O esmalte que estou usando é o chive green da arezzo, e o livro que estou relendo é o 3096 dias.




Quando soube que a história da Natascha Kampusch  tinha sido escrito por ela mesma, não sosseguei enquanto não comprei o livro.


Me lembro perfeitamente do sequestro dela, fato acontecido em 1998. O que me chamou atenção, foi o fato dela ter sido sequestrada no 1º dia que ela ia para escola sozinha. Apesar de na época  não ser mãe, eu senti como se fosse. A achava muito nova para andar sozinha. Tinha apenas 10 anos! Como uma mãe poderia permitir? Onde ela estava ? Sentia a culpa dessa mãe.


Depois de oito anos ela aparece, fugida do cativeiro. Me lembro dela dando entrevista na tv contando como foi sua fuga. E, durante um tempo fiquei pensando o que teria acontecido durante os 8 anos em que ela ficou sequestrada . Hoje eu sei.


Matei minha curiosidade em 4 dias de leitura. Devorei o livro. Senti tudo que ela sentiu. Queria entrar no livro e resgatá-la do quarto úmido e escuro .


Voltei a ler o livro. Agora com mais calma.


Gosto muito de ler sobre o que essas pessoas que sofreram algum tipo de mal tem pra contar. Superação. Coragem. Determinação. Geralmente esses são os recheios do livro.


Contra capa:







O próximo livro que pretendo adquirir é Tigre, Tigre, já falei dele aqui .


Também quero ler "Não há silêncio que não termine", de  Ingrid Betancourt.


Sabia que às vezes me pergunto: Será que a menina Madeleine McCann  um dia vai aparecer ?


Beijus e um ótimo fim de semana para todas nós.






quinta-feira, 23 de junho de 2011

Cor para minha salinha

Pessoas que me visitam, bom dia !


Estou querendo pintar a parede do meu cantinho amarelinho de amarelinho.
Entrei no site da Suvinil e usei o simulador. O legal é que da pra fazer com a imagem da nossa própria casa, mas o que não é legal é que eu não conseguia salvar, então dei um print screen e levei a foto pro paint.
Usei só três tipos de cores.


Abacaxi

Creme de milho


Jasmim amarelo
A principio prefiro o creme de milho. Está mais suave, acho que não vai me cansar quando estiver vendo tv.


Agora, tem umas foto que serve de inspiração (ou desespero, porque olhar estes ambientes não é mole não);






Um ótimo feriado para nós.
beijus.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Salada colorida com tudo dentro, vai?

Amo, amo, amo esta saladinha.
O bom é que podemos variar os ingredientes.
Nesta salada coloquei:
repolho roxo cozido no vapor (eu dou só um "susto", pois gosto da folhinha crocante);
milho;
cebola (deixo de molho na água fria por 15 min. para tirar a "ardência", mas o sabor fica)
azeitona;
presunto e
maçã


misturei tudo e coloquei creme de leite;



Às vezes faço com repolho verde,  peito de peru no lugar do presunto, passas, o restante dos ingredientes e uso iogurte natural desnatado no lugar do creme de leite, adoooooooro, ele tem um azedinho que me encanta, mas não consigo comê-lo puro, somente misturado à salada. Dilíííícia.
Experimentem.

Beijus e uma ótima semana para todas nós.

sábado, 18 de junho de 2011

Um amor de mezanino

Estou decorando o mezanino aos poucos, por enquanto só tem uma parede terminada. É meu cantinho preferido, pois aqui estou fazendo tudo do meu jeito, já avisei pro maridex que aqui ele não dá pitaco (ele adora decorar casa, comprar, escolher), e assim tá sendo feito.


Vamô lá. Há 6 meses atrás ele era assim :


Depois chegaram as minhas poltronas :


Que eram assim :



Depois, com o tempo, fui conseguindo comprar umas coisinhas, e ganhei da minha cunhada, que é muito boua, uma mesinha que era em ouro velho, aí eu disse pra ela que eu ia pintar de branco, e o que ela fez ? Já me deu pintada, ela AMA pintar as coisas também, então não tenho o antes e depois da mesinha.


Fiz uma aromatizador de ambiente, comprei álcool de cereais, essência, o vidro e os palitinhos :


Comprei o tão sonhado regador e um buquê de rosas do campo:




Comprei também a hortênsia, o vidro as pedras e o musgo, minha cunhada fez o arranjo :




E aqui tá a minha inspiração nas borboletas da Rê :


E aqui está ele completo:



É aqui que me sento para ler. Adoooooooro.


Beijus e um ótimo fim de semana para nós.

Blogagem Coletiva - esmalte novo 70 + um objeto da década de 70

Gente, pensei que não participaria da blogagem da semana, ou que ficaria no cantinho da disciplina.
Não tenho nenhum objeto da década de 70, a única coisa aqui em casa da década de 70 SOU EU, ahahahaha.
Como não sou mulher-objeto recusei-me a tirar uma foto de rosto, kkkkkkk.
Aí, lembrei-me que tenho um objeto fake vintage, uma tv retrô.
E fui com ela mesmo.


sugestão da Fernanda Reali no twitter, envelhecer a foto.


Eu amei esse esmalte !



Que ver mais ?  Fernanda Reali.


Beijus.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Meu irmão é arteiro

          Meu irmão tem muita criatividade, já fez muita coisa manual, ele não pára de inventar coisas, e, uma das coisas que amo são os artesanatos com latas de alumínio. Ele faz brincos (apesar de não gostar muito), e um caneteiro que é o forte das vendas. Tirei fotos dos brincos que tenho e do caneteiro, que ele faz personalizado.



Ele também fez esses pratos, lembram ?


Pois é, e eu vou me beneficiando, por que adooooro.


beijus.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Pudim de capuccino diet, vai ?

Galera que me deixa feliz \o/, boa tarde !


Agora tenho twitter, mas devo confessar, sou completamente sem noção, fico vendo os tweets do povo, tudo embaralhado, um fala com um, depois com outro, aparece a resposta mais tarde depois de uma outra pergunta. Mas tô lá. Na minha, quietinha tentando entender. O pior foi "falar sozinha", kkkkkk, que agonia, tentava falar com a Giu, mas ela não me ouvia, depois eu vi qual era o erro.


Então, bisoaindo o twitter alheio, o da Ana Paula, vi que ela tava falando de um pudim de capuccino do blog Tomando um Chávena de chá, aí fui lá no blog para conferir, confesso que fiquei com água na boca, e corri para comprar "ascoisa" para fazer um diet, por causa do maridex. Fiz umas adaptações na receita, mas deu tudo certo :


1 vidro de leite condensado ( diet é vendido num vidrinho de 200g.)
2 medidas do vidro de leite
5 ovos (mammy disse que quanto mais ovo maior o pudim fica)
1 xic. de achocolatado diet forno e fogão
2 col. de sopa de café solúvel


Bater tudo no liquidificador e levar ao forno em banho-maria.


Depois, é só correr pra galera :



Lendo algumas coisas sobre fotografias nos blogs alheio, uma das coisas que dizem é que o melhor é a luz natural, então eu fui pra fora de casa tirar a foto, não fui pra rua não, fui pro corredor lateral da casa, a foto que eu tirei foi a do pudim inteiro, realmente fica bonita, mas ainda bem que marido e filho ainda não viram eu ir com a maçã e agora com pudim pra fora de casa. : P


Ah ! O meu twitter é ... deixa eu ir lá ver, peraí ... @claudiampintoc


Beijus e uma ÓTIMA semana para nós.

sábado, 11 de junho de 2011

Blogagem Coletiva - esmalte + romance

No dia 12 de junho de 1991, recebo em casa um buquê de rosas amarelas lindo, com um bilhete anônimo. Fiquei muito feliz, foi uma surpresa. Não imaginava quem poderia ser, pois não havia nenhuma paquera, nada declarado. Minha mãe e meu irmão achavam que eu estava namorando escondido, eu tinha 18 anos. Consegui convencê-los que não conhecia a pessoa que me mandou as flores, e que não namorava escondido.
Somente no dia seguinte fiquei sabendo quem foi.
Depois que cheguei do trabalho, dei uma saída, e na volta vi um vizinho na esquina da rua, até aí tudo bem. Quando passei por ele, ele me chamou e perguntou se eu tinha recebido um buquê de rosas, eu disse que sim, então ele falou ; -Fui eu que mandei.
Gelei.
Não imaginava.
Fiquei surpresa.
Amei.
Dez dias depois demos o primeiro beijo dentro do cinema, ai ai.


Vinte anos já se passaram.
Houve brigas, crise e uma separação.
Mas, estamos aqui, hoje, juntos.
Temos um filho de 11 anos, dois cachorros, um hâmster, e muita coisa pela frente.


O bilhete ;



E nós ,


 Ah ! O esmalte, crepúsculo única camada da colorama.




Um ótimo fim de semana.
beijus.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

I love tulipas ! E ainda tenho sorte !

Um dia, navegando na net, à procura de arranjos para minha mesinha de centro, vi um que foi paixão à primeira vista. Um arranjo com tulipas. Amei. Queria um igual. E, para minha sorte. Sorte mesmo. Consegui encontrar perto da minha casa o vaso para o arranjo, e olha que ele é bem diferente. E, as tulipas encontrei em outro bairro. Consegui fazer igual.

imagem daqui

E o meu ;



Romântico em homenagem ao dia dos namorados 




Beijus.
.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Arrumação de gavetas

Eu arrumava as minhas gavetas do jeito que a mammy me ensinou, blusinhas lavadas, passadas, e uma por cima da outra, fazendo aquele montinho bunitinho. Depois de um tempo, a febre foi fazer rolinhos com as camisas, não gostei. Aí, depois de um tempo, resolvi arrumá-las de um jeito que ficassem uma por cima da outra, mas que desse pra ver a debaixo, o que é um problema para "os homi" da casa, ver e tirar a camisa que está embaixo sem fazer bagunça, e : 






Por enquanto tem dado certo.
Até.
Beijus.
.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

SOS bombeiros !

Bombeiros são HERÓIS
NÃO são bandidos !!!



Apoio aos bombeiros cariocas.

Maça com gelatina - facim e gostosim, vai ?

  Gentem, tinha muitas maçãs aqui em casa, olhava pra dentro da geladeira, e vi que não daríamos conta de comê-las antes de ficarem murchas, então corri (sentada) atrás de uma receita, até que mammy me passou uma que ela nunca fez, por coincidência uma senhora passou esta receita para ela no supermercado esta semana, minha mãe é assim ,aonde ela vai conversa com todo mundo, no ônibus, no táxi (com o motorista), nas filas, nas praças, nas festas, é uma loucura, mas voltando a receita, então ela me passou e fui fazer ;


descascar a maçãs e tirar os miolos ( 12 maças, mas fiz com 6 e não deixei inteira, as cortei ao meio)
colocá-las na panela de pressão
pôr 300 ml de água (pus 150)
e jogar por cima o pó de dois pacotes de gelatina de qualquer sabor ( usei um pacote de amora)
levar a panela ao fogo por 4 minutos, assim que começar o chiado (leva +- 4 minutos) desligar
esperar esfriar e levar à geladeira


Ficou gostosim, nada demais, mas farei mais vezes.

Aqui foi quando tirei da pressão, comi quentinha, amei.


Aqui foi de um dia para o outro com a gelatina já durinha 

Hummmmmm ...


Beijus.

sábado, 4 de junho de 2011

Pedofilia: “Não trate a criança como se ela estivesse arruinada” - Margaux Fragoso

Margaux Fragoso sobre a pedofilia: “Não trate a criança como se ela estivesse arruinada”




Tigre, Tigre, da americana Margaux Fragoso (foto), não é uma leitura fácil. Segundo a revista New York, o livro tem a “cena mais indecente” publicada nos últimos dez anos. No trecho, a autora descreve seu primeiro contato com o órgão genital masculino: “O conjunto parecia um cachorro-quente sem pão com dois balões meio murchos”. A indecência: Margaux tinha então 8 anos e estava diante de um homem de 52. Era aniversário de Peter Curran[nome fictício] e ele havia pedido um presente: um “carinho especial”.
Foi o primeiro contato sexual de Margaux com o homem que abusaria dela nos próximos dez anos. Os anos de abuso, vergonha e confusão compõem o enredo de Tigre, Tigre(Rocco), recém-lançado no Brasil. Mas a narrativa não é o retrato estereotipado de uma vítima e seu algoz. Margaux, hoje com 32 anos, também expõe seus sentimentos pelo agressor e sua sensação de profundo desamparo. Seu pai, muito rígido e tradicional, não impediu seu contato com o pedófilo. Sua mãe, uma paciente psiquiátrica, não foi capaz de detectar o risco que a menina corria.
Com o livro, Margaux tenta entender como e quando se percebeu como vítima e por que, mesmo cercada de adultos, nenhum a protegeu. Nesta entrevista, concedida por e-mail a ÉPOCA, Margaux Fragoso fala do trauma do abuso e sugere como os pais devem lidar com a pedofilia.