quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Alimentando o próximo, ficamos saudáveis


Conta uma lenda que Deus convidou um homem para conhecer o céu e o inferno.
Foram primeiro ao inferno.
Ao abrirem uma porta, o homem viu uma sala em cujo centro havia um caldeirão de substanciosa sopa e à sua volta estavam sentadas pessoas famintas e desesperadas.
Cada uma delas segurava uma colher, porém de cabo muito comprido, que lhes possibilitava alcançar o caldeirão, mas não permitia que colocassem a sopa na própria boca. O sofrimento era grande.
Em seguida, Deus levou o homem para conhecer o céu.
Entraram em uma sala idêntica à primeira: havia o mesmo caldeirão, as pessoas em volta e as colheres de cabo comprido. A diferença é que todos estavam saciados. Não havia fome, nem sofrimento.
'Eu não compreendo', disse o homem a Deus, 'por que aqui as pessoas estão felizes enquanto na outra sala morrem de aflição, se é tudo igual?'
Deus sorriu e respondeu:
'Você não percebeu? É porque aqui eles aprenderam a dar comida uns aos outros.'



Muitas vezes nos pegamos em nosso egoísmo, colocamos à frente de tudo nossos desejos, anseios, interesses, necessidades, e esquecemos que neste mundo há 7 bilhões de pessoas. 

O dia a dia corrido, mil tarefas a serem feitas diariamente, muitos e-mails a serem lidos, tantas e tantas coisas, como me lembrar do próximo, se na minha casa tem muita gente.

Hoje em dia a solidariedade está na tv, no jornal, na net. Não tem como se safar. Às vezes a gente vai deixando pra depois, sabendo que este depois num vai acontecer, ou vai acontecer sabe Deus quando (Deus quer pra hoje).

Estou falando por mim, durante muito tempo quis fazer algum tipo de trabalho voluntário, fui protelando, sempre muito ocupada, deixava rolar, até que resolvi me mexer, e nesta terça-feira dia 06 irei visitar um grupo de "vovozinhas", estou um pouco nervosa, ansiosa, FELIZ da vida, ainda nem sei como vou ajudá-las, só sei que vou.

Pense nisso para este próximo, se reúna com a família, cazzzamigas, pelo menos uma vez por mês, ou quando der, visitem  abrigos, levem lanches, presentinhos, conversem, sei lá, o que der pra fazer, às vezes a gente não que ir sozinho, então arrume uma companhia, você pode ter certeza, este bem que você fizer, vai ser pra você.

Beijos no de todas.

Um comentário:

  1. Olá querida, tudo bem?
    Fuxicando o blog de uma vizinha foi que te encontrei. Amei o seu blog, e já estou te seguindo!
    Tenha um ótimo final de semana!bjão

    Realizando Sonhos...
    alessandra-soares.blogspot.com

    ResponderExcluir

Oi, obrigada por sua visita!