segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Sobre o perdão

Perdoar não é fácil pra ninguém.




Só consegui começar perdoar quando ouvi um padre dizer que: Perdoar não é conviver.


Essa frase mudou a minha vida.
Nós não precisamos voltar a conviver com a pessoa que perdoamos. Basta querer bem a esta pessoa. Querer bem de verdade, não da boca pra fora. É fechar os olhos e imaginar tudo de bom pra ela. Comigo tem resolvido.


E depois do perdão ? Perdoar é esquecer ? Pra mim não. É muita hipocrisia dizer isto. O que a gente não deve fazer é usar a lembrança da mágoa para o mal, julgar novamente a pessoa que nos magoou, nos magoar. A lembrança do que aconteceu vai aparecer de vez em quando, até porque não existe a pílula do esquecimento, o que devemos fazer é usá-la como aprendizado, como crescimento, como uma etapa da nossa vida que já passou, foi superada.


Falo isso porque comigo funciona assim. Perdoo sim. E quando perdoo é de coração, não é da boca. Demoro a perdoar, não é tarefa fácil, não consigo sozinha, oro muito.


Vou contar uma coisa que aconteceu comigo uma vez. Meu filho ano passado sofreu bulliyng na escola (isso é assunto para um outro post), e no meio da galera que sacaneava ele estava um colega dele que ele gostava muito, então liguei pra mãe dele, que frequentava a minha casa e contei, e ela me disse que não podia fazer nada, se o filho dela estava se divertindo, ela não ia interferir. Como assim ? Pra completar, no dia seguinte depois da escola, meu filho disse que a mãe do menino mandou recado, que era pra ele se afastar do filho dela. Bom, falei poucas e boas pra ela, lógico, e comecei a sentir uma raiva profunda desta mulher, até porque ela mandava o filho dela se levantar quando o meu filho sentava perto do dela. Comecei a orar a Deus por ela. Só que um dia, chorei muito e conversei com Nossa Senhora, disse que a minha oração não estava vindo do coração, o que eu queria de verdade é que aquela mulher se estrepasse. Depois de um tempo, consegui desejar o bem pra ela. E isso me fez um bem enorme.


Colocarei aqui duas frase sobre o perdão que eu gosto muito:



"Se você tem um inimigo, fica mais barato perdoá-lo. Faça isso por você. Caso contrário(...)O inimigo dormirá com você e perturbará seu sono." Augusto Cury

"Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra."  William Shakespeare

Então, que tal você agora fechar os olhos, pensar na pessoa que você falta perdoar e tentar ver ela bem, desejar coisas boas, é difícil eu sei, mas tenta, quem sabe você consegue.

Beijos e uma ótima semana para todas nós

15 comentários:

  1. Amei seu post, perdoar realmente não é fácil...
    Ótima semana.
    Bjinhuxx carinhosos.

    ♥ TAMI ♥

    ResponderExcluir
  2. O perdão é um exercício, que infelizmente ainda não consegui colocar em prática. Só perdoam os puros, e às vezes sinto raiva de mim, por não conseguir perdoar. Gostei muito do seu post!

    ResponderExcluir
  3. concordo com vc,perdoar não e facil,mas acaba fazendo bem pra nos mesmo por isso vale a pena tentar, é verdade não precisamos voltar a conviver com a pessoa e si liberar perdão para nos aliviar,ifelismente existi mães assim e uma pena não estam educando seus filhos e sim passando a mão na cabeça deles,depois vão se arrepender.Bjus fica na paz..

    ResponderExcluir
  4. gostaria muiro de compartilhar seu post de hoje em meu blog se vc me autorizar logico..é perfeito e vale a pena compartilhar...bjossss linda noite..Ro

    ResponderExcluir
  5. Claidia querida que lindo, mas, é tão dificil desejar o bem para quem só faz o mal.
    Mas, vou tentar.
    Bjps
    Mary

    ResponderExcluir
  6. Linda postagem!!! realmente perdoar não é fácil, mas é preciso!!! bjocassss

    ResponderExcluir
  7. Oi Cláudia!
    Guria penso igual a tu. Perdoar é perdoar, mas não tem como esquecer, só não desejaremos o mal à outra pessoa.

    Gostei do teu blog por isso estou te seguindo.

    Beijinhos,
    Nanny

    ResponderExcluir
  8. Claudia, esse seu post me emocionou demais! Sabe quando a gente está com o coração cheio de mágoa e de repente aparece tudo que a gente precisava saber!
    Esse seu texto me ajudou a a tomar uma decisão muito importante! Obrigada por compartilhar!!

    ResponderExcluir
  9. Post mais que verdade! Vivi uma situação mto complicada no trabalho, onde fui acusada de coisas que não fiz por conta de ciúme e quase fui demitida (pq quem me acusou era filha de um chefe... nossa supervisora me conhecia e a ela tbm. Deixou isso claro mto tempo depois). Eu fiquei mal... não conseguia olhar a pessoa tentando pensar PQ ela fez tudo aquilo comigo. Chorei horrores no dia, no colo da minha mãe. Não voltamos a nos falar, apesar de trabalhar na mesma sala. Um dia comecei a orar, pedindo a Deus que desse oportunidades melhores pra ela, que ficasse bem e até que me esquecesse. O tempo passou, me mudaram de setor. Inicialmente ODIEI, mas depois não queria nem pensar em voltar! A raiva passou, rolou perdão. Mas sempre ficava tensa em possíveis encontros.
    No final, eu saí da empresa por opção e quem ficou no meu lugar foi essa moça... tive que treiná-la por uma semana! A raiva passou, mas sempre surge uma pontadinha de mágoa e dúvidas qndo penso no assunto. Por isso penso pouco! rs
    Final de ano agora tem churrasco na área em que trabalhei e, claro, vou. E provavelmente vamos nos encontrar...
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Cris,
    Sou como vc, demoro a perdoar mas consigo. E esquecer não esqueço, mas peço o melhor para a pessoa que perdoei. Não é facil não, rezo muito, peço muito a Deus e a Nossa Senhora, pois as vezes dá vontade de dizer umas poucas e boas. Mas respiro e tento perdoar e viver melhor comigo mesma.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  11. Olá Cláudia!
    Gostei muito dessa postagem e estou precisando exercitar o meu poder de perdoar...
    Mas como vc mesma disse, leva um tempo e é difícil não ficar triste quando se lembra do ocorrido.
    Mas tenho fé que Nossa Senhora vai me ajudar a acalmar meu coração e perdoar.
    Abraços,
    Adriana.

    ResponderExcluir
  12. Uaaaaaau!!! Que postagem maravilhosa!
    Me inspirou demais!
    Adorei seu comentário no meu blog.
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Ótimo texto. Não é fácil, mas no meu caso é aind apior, pois acabo deletando a pessoa para sempre da minha vida, sem volta. Nao quero mal, mas ignorar a pessoa a fere, e acabo fazendo isso, porque nao consigo fazer diferente.

    Gostei do post!
    beijooo

    ResponderExcluir
  14. E achei que eu jamais sentiria magoa ou coisa parecida. Sempre fui alto astral... De repente meu mundo caiu. Então necessito aprender a perdoar. Adorei este blog vou seguir.

    sersertaneja.blogspot.com

    ResponderExcluir

Oi, obrigada por sua visita!